"Sempre vivi em Arapiraca. Nosso passado foi sofrido, nunca tivemos água saindo das torneiras todo dia. A secura durava, às vezes, duas semanas. Suspendíamos aulas quando faltava água. Mas, felizmente esse quadro ficou no passado!"

Maria de Fátima Souza, professora aposentada, moradora de Arapiraca, AL